Email info@canaldigitalblog.com
Email info@canaldigitalblog.com

6 dicas para melhorar seu fluxo de automação de marketing

Esse post foi escrito pela LAHAR, um software de automação de marketing robusto que ajuda a sua empresa a chegar em outro nível de automação de marketing.

Para quem é profissional de marketing, procurar alguma leitura sobre fluxo de automação não é algo difícil. Existem muitos conteúdos na internet que falam desde sobre o que é automação de marketing até como tirar o melhor de um software de automação de marketing.

Essa tendência está cada vez mais forte. Saber planejar e executar de forma correta é o diferencial para sua empresa ficar na frente da concorrência. Por isso, gera muitas dúvidas como: se o fluxo foi montado da forma correta, se os resultados foram bons, como identificar melhorias no fluxo de automação de marketing, etc.

Você tem essas dúvidas também?

Fique tranquilo. Esses são questionamentos normais para quem já trabalha com automação de marketing! Pensando nisso, para ajudar os profissionais e empreendedores, fizemos este artigo com as melhores dicas para melhorar seu fluxo de automação de marketing e gerar mais resultados para sua empresa.

Vamos lá?

#1 – Organização do seu Fluxo de Automação de Marketing

Pode parecer uma dica simples, mas organizar de forma correta o planejamento do fluxo de automação de marketing vai ajudar a ficar mais claro como está a estratégia da sua empresa, como seu time deve executar, mensurar os resultados, etc.

Existem muitas planilhas e documentos prontos para você organizar o seu fluxo de automação de marketing. São ferramentas importantes como apoio, mas a nossa dica é você colocar a “mão na massa” e montar o seu próprio documento adaptando a realidade da sua empresa. Separamos os pontos principais para você organizar melhor seu fluxo:

Persona e Jornada de Compra

Documentar a descrição da sua persona vai ajudar não só o time de marketing, como também toda a sua empresa a entender quem é o cliente ideal da sua empresa, a forma que ele fala, principais canais que ele acessa informação, tipos de conteúdos que ele mais gosta, etc.

Voltando à organização, a nossa dica é documentar a descrição da persona criando um personagem, ficando assim mais claro para todos os colaboradores da empresa entenderem esse potencial cliente.

Como exemplo, vamos supor que sua empresa é de consultoria e a persona são os gerentes de manutenção de uma empresa de porte médio. Você pode fazer uma descrição da seguinte forma:

Quem é:

João Carlos, tem 35 anos é casado e tem 2 filhos. João é formado em Engenharia e trabalha a menos de 2 anos como gerente de manutenção de uma fábrica de tampinhas.

Por estar em um cargo alto da empresa ele tem vários problemas para resolver durante o dia para não deixar a fábrica parar de produzir. Mesmo assim, ele ainda tem que gerenciar a equipe de manutenção e os indicativos de produção e custo.

Qual problema ele enfrenta:

Pelo dia-a-dia corrido da fábrica João não consegue ter tempo para ler muitos e-mails e estudar para melhorar processos, ao mesmo tempo ele é muito cobrado pela Diretoria e o setor financeiro da empresa para otimizar a produção e reduzir custos.

Por ter uma família para sustentar, João teme perder o emprego por não conseguir estudar novas oportunidades de melhoria e também não quer falar para a Diretoria que não dá conta de inovar, pois fica muito atarefado durante o dia.

Ele tenta no final do expediente ou em casa buscar conteúdos em artigos pela internet, livros e até vídeos no youtube ensinando algo, mas pelo tempo e cansaço ele só consegue aprender o essencial.

Como sua empresa soluciona o problema:

Como última alternativa, João pesquisa e entra em contato com uma empresa de consultoria em otimização de produção que no primeiro mês de serviço, além de economizar seu precioso tempo, promete reduzir em 10% do custo de produção, e ainda com uma melhoria gradativa mês a mês.

João apresenta essa solução para a Diretoria. Mostra os números da potencial economia e eles autorizam a contratação desse serviço. O resultado final é a otimização do trabalho do João, assim como a redução custos para a empresa.

Quanto mais detalhes tiver nessa descrição, mais vai ajudar seu time de marketing à executar um planejamento do fluxo de automação de marketing. Com essa descrição, podemos pegar alguns insights:

  • Sua persona é formada em Engenharia
  • Não tem muito tempo para ficar estudando, ou seja, o conteúdo tem que ser o mais objetivo possível. Talvez uma estratégia de conteúdo em áudio possa ser interessante.
  • Não tem muito tempo para ler emails, ou seja, os emails devem ser mais curtos e chamativos possíveis
  • Sua persona tem mais tempo no final do expediente (horário entre às 17h-18h) hora ideal para enviar um email marketing
  • Sua persona, gosta de ver artigos de blog, livros (ou ebooks) e até vídeos.
  • O maior problema da persona é tempo e soluções de economia no processo produtivo, pense em fazer conteúdos direcionados a esse tema

 

Poderíamos pegar muito mais insights, mas deu para entender o conceito da personalização, certo?

Além disso, organizar nesse documento as etapas do funil de compras com cada parte do funil separando os conteúdos que sua empresa tem é fundamental para organizar o fluxo de automação.

Isso vai ajudar o seu lead a receber os conteúdos certos no momento certo.

Fluxo de automação de marketing na prática

Beleza! Já organizamos a descrição da persona e também os conteúdos por cada etapa do funil. Chegou a hora de “desenhar” o seu fluxo de automação de marketing.

Se você está começando do 0, a nossa dica é criar um único fluxo básico que servirá para todos os novos leads. Com o tempo, você poderá ir aprimorando os fluxos, incluindo novos e-mails ou artigos, fazendo testes de engajamento, etc.

A ideia principal é avançar o seu lead nas etapas de compras. Ou seja, se por exemplo ele está no topo, você deve enviar conteúdos que eduque e o faça entender que ele tem um problema (que posteriormente será solucionado pela sua empresa).

Em um conceito básico, cada e-mail deve ter um gatilho para fazer o lead mudar de etapa. Pode ser o clique em um artigo do e-mail, o download de um material e até mesmo o simples fato dele responder um contato.

Para vendas mais simples, um fluxo de nutrição de leads que demore cerca de uma semana está de bom tamanho. Vendas mais complexas exigem mais tempo de amadurecimento do lead e tomada de decisão, por isso, um fluxo mais longo (15 / 30 dias ou até mais) pode ter um resultado melhor.

#2 – Otimização de Landing Pages

Landing page é o ingrediente principal em uma receita de como melhorar o fluxo de automação de marketing. É nela que seu visitante irá converter em lead e entrará em seu funil de compras.

Essa dica é outra resposta que você pode dar para seu Diretor de Marketing ou CEO da empresa quando perguntarem como aumentar o número de leads: “Otimizando a taxa de conversão das Landing Pages!”.

Para deixar suas Landing Pages mais otimizadas, nós temos essas dicas:

  • Cores: use cores que são da identidade da sua empresa e que também combinem (acredite, isso melhora muito a conversão), para facilitar, você pode ver a combinação das cores na ferramenta Paletton.
  • Bloco no formulário: coloque o formulário para o visitante escrever dentro de um bloco. Uma estratégia é colocar uma seta nesse formulário. Tanto o bloco quanto a seta irão deixar claro para o visitante onde ele tem que colocar as informações.
  • Vídeos: colocar vídeos na landing pages podem ajudar o seu visitante absorver o conteúdo que ele terá caso deixe suas informações de contatos. A tendência de vídeos está crescendo e as pessoas estão ficando mais receptíveis a eles do que leitura.
  • Peça o necessário: peça as informações que você precisa na etapa de compra. Por exemplo, não vá pedindo em Landing Page de início de funil informações como telefone, cargo, tipo de empresa, etc. O lead ainda não possui uma necessidade tão grande a ponto de trocar suas informações valiosas por um e-book, por exemplo.
  • Botões: nos botões de CTA, use frases que indiquem uma ação, como “baixar e-book”, “economizar”, “solicitar consultoria”, etc. Use cores chamativas para os botões.
  • Objetivo: seja objetivo no conteúdo da sua Landing Page. Tente mostrar os benefícios ou o que é o conteúdo que o visitante irá baixar de forma clara e com o mínimo de palavras possível. Lembre-se, cada vez mais estamos lendo menos.

#3 – Personalização de e-mails do fluxo de automação de marketing

Ok, estamos usando  um software para salvar nossas vidas no fluxo de automação de marketing. Mas isso não é desculpa para sermos impessoais com quem estamos entregando conteúdo.

Por dia, recebemos milhares de emails marketing de diversas empresas. Ter uma relação personalizada com o lead fará você ficar na frente da concorrência. A audiência gosta de se relacionar com pessoas e não com marcas.

Como primeiro fator de personalização, busque entender qual o tipo de linguagem que sua persona costuma falar. Por exemplo, se for um público jovem podemos usar uma linguagem mais informal, com um senso de humor, se for um público mais corporativo (lembra do João?) utilize uma linguagem mais formal e objetiva.

Outro ponto é colocar o nome da pessoa que você está enviando o e-mail e também o seu nome no email. Para mostrar mais ainda que seu público está relacionando com uma pessoa e não uma máquina, coloque uma assinatura no e-mail com uma foto sua.

Usar um bom software de automação de marketing para colocar o nome e montar o layout com a sua assinatura de email é essencial para seu time de marketing não ficar perdendo tempo fazendo isso manualmente.

#4 – Análise de dados

Verificar as métricas de como está performando seu fluxo de automação de marketing é importante para saber se os resultados serão atingidos conforme foi planejado.

Além disso, caso seu time de marketing esteja tentando mudar algo no fluxo para melhorar os resultados, ele só serão provados nos relatórios com os números.

Para uma análise de dados você pode ficar de olho nas seguintes métricas:

  • Abertura de e-mail
  • Cliques dentro do e-mail
  • Descadastros
  • Quantidade de respostas

O valor dessas métricas irão mostrar como está a performance do seu fluxo de automação de marketing.

Mas como saber se esses números são bons? Iremos mostrar no próximo tópico.

#5 – Busque Benchmark

Muitas vezes quando perguntamos se os números das métricas estão bons algumas pessoas falam: “depende do resultado que você está buscando” ou também “esse número tem que ser melhor cada tempo que passa”.

Essas duas respostas são verdadeiras (não fique frustrado), mas existe uma forma que você pode verificar se esses números são bons. Faça um benchmark com outras empresas para ver como é o número das métricas que comentamos no tópico anterior.

Impossível! Meu concorrente nunca irá me passar essas informações. Como farei esse benchmark? Busque fazer essa pesquisa com empresas do mesmo segmento que sua organização trabalha. Como por exemplo, se sua empresa é de consultoria de otimização de produção em indústrias, busque um benchmark de empresas de consultoria de médias e grandes empresas.

Lembre-se que esse é um norte e que você tem sempre que olhar seus objetivos e também buscar melhorar seus números.

#6 – Use um bom software de automação de marketing

Usar um software de automação de marketing ajuda em dois pontos principais:

  • Ajuda sua equipe de marketing a executar essas dicas sem precisar de ficar pedindo para o time de TI configurar os e-mails, landing pages,formulários, etc
  • Seu time de marketing ganha mais tempo evitando atividades repetitivas, como enviar e-mails para os prospects um a um.
  • Facilita a análise de dados, já que engloba dados de tráfego, redes sociais, entrega de e-mails e mais.

Separamos algumas funcionalidades  que devem ser analisadas quando for buscar um software no mercado:

  • Criação de Landing Pages
  • Gestão de Contatos
  • Segmentação de Leads
  • Painel de palavras-chaves
  • Envio de email marketing
  • Criação de Fluxo de email
  • Suporte para mídias sociais
  • Qualificação de Leads
  • Relatórios
  • Integração com outros softwares

Agora é colocar em prática essas dicas para obter melhores resultados na sua empresa. Conte nos comentários se elas te ajudaram ou outras dicas que podem ajudar no fluxo de automação de marketing.

Comments

comments

About the author

Rui Sousa é um dos fundadores do Canal Digital, um blog/comunidade onde ensina e partilha as suas experiências em marketing digital. Com mais de 6 anos de experiencia na área hoje em dia trabalha como consultor de marketing digital para diversas empresas.